Presença dos EUA em negociações é destrutiva

Teerã, Irã – “A participação dos EUA em negociações sobre o programa nuclear iraniano seria destrutiva”, disse o porta-voz do ministério das Relações Exteriores do Irã Mohammad Reza Asefi.

“Washington procede com base em uma presunção errônea de que o Irã deseja ter acesso a armas nucleares. Os EUA deveriam rever sua posição e darem uma consideração objetiva à questão levando-se em conta os interesses legais do povo iraniano. Caso contrário, a participação dos EUA nas negociações seriam apenas prejudiciais”, disse o porta-voz iraniano.

As negociações com a União Européia sobre o programa nuclear iraniano têm sido conduzidas com muita dificuldade. Até o momento elas não preencheram, de forma completa, as expectativas iranianas. Contudo, seria prematuro chegar a conclusões preliminares. Ele reafirmou que o Irã não teme a possibilidade de transferir seu dossiê nuclear para o Conselho de Segurança da ONU.

Khatami diz que U.E. deve cumprir suas promessas

Teerã, Irã – “A participação dos EUA em negociações sobre o programa nuclear iraniano seria destrutiva”, disse o porta-voz do ministério das Relações Exteriores do Irã Mohammad Reza Asefi.

“Washington procede com base em uma presunção errônea de que o Irã deseja ter acesso a armas nucleares. Os EUA deveriam rever sua posição e darem uma consideração objetiva à questão levando-se em conta os interesses legais do povo iraniano. Caso contrário, a participação dos EUA nas negociações seriam apenas prejudiciais”, disse o porta-voz iraniano.

As negociações com a União Européia sobre o programa nuclear iraniano têm sido conduzidas com muita dificuldade. Até o momento elas não preencheram, de forma completa, as expectativas iranianas. Contudo, seria prematuro chegar a conclusões preliminares. Ele reafirmou que o Irã não teme a possibilidade de transferir seu dossiê nuclear para o Conselho de Segurança da ONU.

Khatami e Chavez inauguram fábrica de tratores

Caracas, Venezuela – Uma fábrica de produção de tratores foi inaugurada na cidade de Bolivar, na Venezuela, em uma cerimônia presidida pelo presidente iraniano Mohammad Khatami e por seu homólogo venezuelano Hugo Chavez no sábado.

Os ministros iranianos das Relações Exteriores Kamal Kharazi e das Indústrias e Minas Es’haq Jahangiri, estão acompanhando o presidente iraniano na visita oficial.

Irã e Venezuela investiram US$ 34 milhões na construção da referida fábrica. O Irã possui 31% de participação.

As autoridades venezuelanas e iranianas assinaram o contrato para o estabelecimento da fábrica em Teerã em dezembro de 2003 durante uma visita oficial a capital iraniana por Chavez.

Taxa de crescimento populacional no Irã cai para 1,4%

Teerã, Irã – A Organização de Planejamento e Administração (OPA) informou neste domingo que a taxa de crescimento médio da população está atualmente em 1,4%. El informou ainda que o referido dado ultrapassa a expectativa feita para o Terceiro Plano de Desenvolvimento Quinquenal (março de 2004 a março de 2005).

De acordo com a OPA, a repatriação de refugiados afegãos e a migração de iraniano contribuíram para a redução da taxa de crescimento populacional.

A população total do país no último ano iraniano (finalizado em 19 de março de 2004), foi de 66,680 milhões, o que significa 400 mil pessoas a menos do que estimado no terceiro plano.

Khatami deixa Mali rumo a Benin

Bamako, Mali – O presidente iraniano Mohammad Khatami, dando continuidade ao seu tour de visitas por países da África, deixou Mali rumo a Benin domingo à noite.

Benin será o quinto do total de sete países africanos a serem visitados pelo presidente iraniano. Khatami, em sua viajem programada de 10 dias, já visitou a Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Mali, restando ainda o Benin, Zimbábue e Uganda.

Khatami e sua alta delegação iraniana foram acompanhados até o aeroporto pelo presidente de Mali, Amadou Toumani.

Durante sua estadia no país, Khatami encontrou-se com seu referido homólogo e com diversas autoridades locais.

Khatami e Toumani presenciaram a assinatura de seis acordos de cooperação, os quais enfatizam o intuito de ambos os países de expandirem as relações entre si.

Irã deve retomar o processo de enriquecimento de urânio

Teerã, Irã – O porta-voz do ministério das Relações Exteriores do Irã Hamid Reza Asefi disse neste domingo que os resultados das análises das amostras retiradas da área verde de Parchin provam a veracidade das declarações feitas pelo Irã à respeito da natureza pacífica de suas atividades nucleares.

Asefi fez esta declaração durante sua entrevista coletiva de imprensa semanal, acrescentando que as amostras da área verde de Parchin foram retiradas por inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e lavadas para uma análise independente, tendo seus resultados revelados posteriormente. Ele disse ainda que mesmo antes das amostras serem levadas para investigação ele já estava confiante de que os resultados estariam de acordo com as declarações feitas pelo Irã.